11 de agosto: Dia da Advocacia
10.08.2021

Notícias

11 de agosto: Dia da Advocacia

Mais uma vez, a democracia brasileira está sob forte ameaça.

Nos últimos dias, tivemos uma escalada de falas e movimentos antidemocráticos, a manutenção de uma prisão flagrantemente ilegal que descumpriu decisões de tribunais superiores, como a do ativista Galo (solto ontem após ficar 14 dias preso), sem contar as afrontas à Suprema Corte e – mais – violações de direitos das mulheres e de povos indígenas.

Em um país onde mais de 14 milhões de pessoas estão desempregadas, onde a fome e a miséria voltam a assolar centenas de milhares de famílias – que, após veto presidencial, podem, ainda, sofrer com despejos na maior pandemia do século – o exercício da advocacia pro bono se faz, mais do que nunca, fundamental para a garantia de direitos, sobretudo das pessoas mais vulneráveis.

Neste 11 de agosto, dia em que se celebram os advogados e advogadas do Brasil, o Instituto Pro Bono saúda os milhares de voluntários e voluntárias que, junto ao IPB ou de forma autônoma, exercem a função social do direito e se engajam na luta pelo acesso à justiça, defendendo, por meio da prática pro bono, pautas nas quais acreditam.

Em 2020, os advogados e advogadas voluntários do Instituto Pro Bono foram responsáveis por mais de 60% dos atendimentos feitos a organizações da sociedade civil. Outros 200 se envolveram no mutirão carcerário, que atendeu mais de 120 pessoas presas no estado de São Paulo e conseguiu a liberdade provisória de 29 delas, sem contar as dezenas de advogados e advogadas envolvidas no projeto de atendimento a migrantes e refugiados.

Mais do que nunca, o papel da advocacia mostra-se fundamental para a sobrevivência da democracia. Que o exercício voluntário da profissão possa inspirar os advogados e advogadas do Brasil a lutarem para que o direito seja, efetivamente, um direito de todos.

Copyright © Instituto Pro Bono. Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo do Instituto Pro Bono. OKN group