Skatistas formam organização para transformar SP em “Ruativa”
25.06.2020

Skatistas formam organização para transformar SP em “Ruativa”

Em atividade desde 2015, o coletivo buscou atendimento jurídico do Instituto Pro Bono para legitimar e aumentar atuação na cidade de São Paulo

Transformando as ruas e espaços públicos de São Paulo para que sirvam para a prática de skate, a iniciativa “Ruativa” se formalizou este ano como organização da sociedade civil por meio do projeto de Atendimento a organizações do Instituto Pro Bono. O objetivo é formalizar a atuação perante ao público e também a atores públicos.  

Observando a ausência de investimento público em lugares para prática do skate e do lazer na cidade de São Paulo, um grupo de skatistas atua desde 2015 construindo obstáculos para melhorar a experiência de praticantes do esporte e também o uso dos espaços públicos, como praças e parques. 

Ricardo, um dos fundadores, em um dos obstáculos construídos (foto: Anthony)

 

Para o fundador João Victor Yumoto, além dos 19 obstáculos concluídos com projeto, as conquistas vão além desse número, pois também fizeram novas amizades e conheceram lugares novos. Ao reutilizar material remanescentes de competições de skate, como o mundial Street League, os participantes acionam amigos e colegas para ajudar a transformar as instalações que seriam descartadas em espaços que todos possam usar na cidade. 

Na página do Facebook e no Instagram da organização, há vários vídeos da entidade em ação nas ruas de São Paulo reformando e também denunciando espaços ocupados por skatistas que são fechados por órgãos públicos. “Depois de muitos locais que perdemos, destruições dos obstáculos, perda de material e também queremos criar força para ajudar mais skatistas, a tanto realizar projetos novos e de maiores proporções, como também evitar de perder mais locais bons para prática do skate”, explica João para esta nova fase da organização após ter recebido atendimento jurídico gratuito por meio do Instituto Pro Bono. 

Agora com a entidade formada, a Ruativa busca novos parceiros e também criar projetos maiores e atuar em mais áreas de São Paulo e até pelo Brasil. 

Sobre o momento de isolamento social que vivemos por conta da pandemia do coronavírus, João acredita que os espaços de lazer mudaram e o modo de viver na cidade mudou e ainda vai mudar. “As praças têm sido a válvula de escape para algumas pessoas, pois somente alguns locais abertos têm deixado a possibilidade de pessoas poderem ter um banho de sol ou alguma prática de esporte, dentro das medidas de segurança, para poderem ter algum momento de meditação ou pequeno intervalo do caos natural da cidade e da situação difícil que encontramos”, comenta. 

Um dos 19 obstáculos reformados pelos skatistas do Ruativa

 

Se sua organização sem fins lucrativos necessitar de atendimento jurídico, basta acessar nosso site e cadastrar-se para receber auxílio jurídico de um advogado gratuito: http://bit.ly/cadastroentidade

Copyright © Instituto Pro Bono. Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo do Instituto Pro Bono. OKN group